13 reasons why segunda temporada analise

Segunda temporada de 13 Reasons Why não está agradando. Por que?

Já falei aqui que sempre achei a segunda temporada de 13 Reasons Why importante. A continuação da série representa – ou deveria representar – um sentimento de justiça, fazendo com que as pessoas ruins sejam punidas e as vítimas sejam no mínimo recompensada. Por conta desses fatores, fui e continuo sendo a favor dessa continuação, mesmo que o motivo óbvio dela acontecer seja o fato da série ter sido o maior sucesso da Netflix em 2017.

Porém, com a chegada da segunda temporada, percebemos que ela não está agradando a crítica e um público mais criterioso. Os fãs, no geral, tendem a gostar, principalmente os mais jovens. Já a galera que curtiu a primeira temporada e o motivo principal da série existir, percebeu que muita coisa mudou.

Pode ter spoilers abaixo, cuidado!

13 Reasons Why existe por um motivo simples: falar sobre suicídio. Para mim, a parte gráfica da série é um ponto positivo. Eu, sinceramente, não vejo como alcançar uma parte da sociedade, que diga-se de passagem é a enorme maioria, que nem sabe que problemas desse porte existem a nossa volta, de forma sutil. Existem vários filmes e séries que abordam esse tema de forma mais branda, mas não causa nenhum tipo de discussão. 13RW causou muita discussão, chegou a pessoas que nunca chegaria se não tivesse abordado da forma que abordou e, com esse objetivo, conseguiu cumprir seu papel. A discussão de que ela pode ser prejudicial à pessoas que infelizmente passam por situações como a da Hannah é extremamente justificável, mas repito, pra mim a série foi feita pra balançar uma parte da sociedade totalmente dispersa.

Com o sentimento de justiça aflorado, a segunda temporada se mostrou duas coisas antes de nos sanar: uma série de mistério e aumento de impunidade. Eu já imaginava que uma terceira temporada seria imposta e que 13RW fosse continuar, porém, a segunda temporada está se mostrando incompleta e a tal das 13 fitas se torna, em uma possível continuação, ainda mais distante da história original. É como se a série quisesse abordar todos os problemas dos jovens atualmente deixando sua origem de lado. O público está percebendo isso e, o que poderia ter terminado de forma marcante, está sendo esticada e deixando de marcar. Eu amei a primeira temporada, me marcou em cada episódio, ouvi as músicas durante meses e mesmo aqueles que não gostaram trouxeram toda a discussão da série a tona, o que já vale a pena.

13 reasons why segunda temporada analise

A parte técnica, como fotografia e direção, continuam parecidas. Já o fato de que o o roteiro não teve como base os livros junto à vontade de ter justificativa para a continuação da série atrapalhou sem dúvidas nenhuma. Por isso, acho que essas decisões, até mesmo a forma como a Hannah voltou, prejudicaram demais.

No final, a Hannah viva e sua história sempre foram os grandes motores da série e sem ela tudo fica meio indiferente. Infelizmente.

Ah, as mensagens do início dos episódios foram uma ótima forma de deixar a todos avisados do que veria ali e informar de forma positiva como as pessoas poderiam ser ajudadas. Um acerto!

DEIXE SEU COMENTÁRIO! ❤
Tags:
0 shares
Publicitário, designer, amante de séries e filmes, voluntário do TEDxJoãoPessoa e criador do site Tem Alguém Assistindo?, especializado em séries e filmes.

Deixe uma resposta