Curiosidades

O Gambito da Rainha, série da Netflix, é baseada em fatos reais? Entenda!

O Gambito da Rainha estreou recentemente na Netflix e já se tornou um sucesso. Protagonizada por Anya Taylor-Joy, a série dramática atingiu a incrível marca de 100% de aprovação no Rotten Tomatoes, se tornando uma das séries mais bem avaliadas da história da Netflix. Para os críticos, O Gambito da Rainha é a melhor minissérie de 2020.

Baseada em uma história real

O que muitos não sabem é que a série é baseada no romance The Queen’s Gambit de Walter Tevis, publicado em 1983. O livro conta a história de ascensão de uma órfã que se transforma numa das melhores jogadoras de xadrez do mundo. Além de acompanhar a vida e crescimento de Beth Harmon, trata temas como o vício e também o feminismo.

A série não é baseada em uma história totalmente verdadeira, mas partes da história são retiradas de suas experiências de vida real jogando xadrez. Durante entrevista ao The New York Times, o autor revelou que na década de 1980, quando ele começou a jogar contra sua irmã e as crianças em seu bairro, ele foi classificado como um jogador da Classe C (classificações amadoras começam em A e vão até o alfabeto) e uma vez ganhou $ 250.

Beth foi criada por Tevis para seu romance, mas o autor disse ao The Times que ela deveria ser uma “homenagem às mulheres inteligentes”, incluindo sua filha, Julie, e sua tia, que lhe deu seu primeiro tabuleiro de xadrez de presente quando ele tinha 7 anos.

Tevis pode não ter atingido o nível de destreza de Beth no xadrez, mas disse que jogou bem o suficiente.

“Joguei bem o suficiente para saber o que é um bom jogo. Eu posso vencer uma pessoa média, mas tenho medo de interpretar aqueles caras que montam pranchas na rua na Broadway.”

Com certeza sua experiência em primeira mão não apenas o ajudou a escrever o romance, mas também influenciou a série da Netflix.

Enredo de O Gambito da Rainha

A minisséire O Gambito da Rainha segue a história do romance, e mostra como Beth escapa de um orfanato e consegue vencer várias partidas de xadrez, num mundo dominado por homens, até chegar ao campeonato na Rússia. À medida que vai subindo na carreira do xadrez, isola-se cada vez mais do resto das pessoas. O vício, a loucura e a vontade de escapar deste mundo que encontra também são abordados, enquanto a jovem tenta apenas sobreviver.

Um fato curioso é que a atriz teve de aprender xadrez de verdade para o papel e também pesquisou muito sobre alcoolismo. A personagem que interpreta é um gênio, mas que também tem os seus demônios.

Além de Anya Taylor-Joy no papel principal, o elenco também conta com Thomas Brodie-Sangster (Maze Runner) e Harry Melling (Harry Potter). A série foi criada e roteirizada por Scott Frank com Allan Scott (As Bruxas de Roald Dahl).

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também