Notícias

Vis a Vis se despede da 4ª temporada com mortes e vários sentimentos mistos; veja como foi

Finalmente a quarta temporada de Vis a Vis chegou na Netflix, e assim, se encerra um dos maiores sucessos recentes do catálogo da plataforma. Apesar de ter terminado em fevereiro deste ano, na Fox, a série conquistou a pouco tempo os fãs. E este encerramento trouxe sentimentos mistos, de vingança, alívio, felicidade e tristeza.

Este texto terá vários spoilers!

A primeira grande despedida do episódio final foi a do personagem de Sole (María Isabel Díaz). Sua morte não foi uma surpresa para os fãs, porque no episódio anterior ele iniciou um tumulto na prisão para impedir que o prisioneiro veterano fosse enviado para o hospital (eles disseram que ele tinha Alzheimer). Sole preferiu terminar sua vida a enfrentar sua doença. E seus companheiros na prisão decidem ajudá-la a morrer com dignidade.

Maca (Maggie Civantos), que voltou à série para participar do último episódio; Cachos (Berta Vázquez); Tere (Marta Aledo); Luna (April Zamora); e Saray (Alba Flores) concordam com o pedido de Sole para acabar com sua vida: primeiro drogando-a com heroína e depois sufocando-a com um travesseiro. Um final muito difícil para uma das personagens mais queridos da prisão de Cruz del Norte.

A segunda morte não foi tão dolorida para os fãs, porque foi a despedida de um dos vilões mais sangrentos que a série já viu. Sandoval (Ramiro Blas) acaba recebendo seu próprio remédio quando Zulema (Najwa Nimri), após uma discussão com o médico, decide que todas as detentas devem acabar com a vida do diretor da Cruz del Norte. Especialmente emocionante é o momento em que Saray, aquela que mais sofreu com o personagem, o esfaqueia.

Então todas as detentas se reúnem para queimar os restos mortais de Sole, cumprindo assim tudo o que sua grande amiga lhes havia pedido. Elas fazem isso no pátio, em silêncio, para homenagear uma mulher que tem sido o grande apoio de todas aquelas que acabaram nesta penitenciária infernal.

Após a vigília, o enredo Vis a Vis nos leva a um epílogo que ocorre 12 anos depois. Nela descobrimos qual é o futuro que manteve as detentas após os trágicos eventos em Cruz del Norte, um futuro que é sem dúvida muito mais brilhante e mais esperançoso para todas.

Agora a prisão é mais segura e é administrada por Palacios (Alberto Velasco). Além disso, Tere trabalha lá como assistente social de Rizos, que ainda cumpre sua sentença. Por outro lado, sabemos que Saray formou uma família e recuperou a guarda compartilhada de sua filha. Antonia (Laura Baena), enquanto isso, cumpriu seu sonho de trabalhar como cozinheira, e Luna é uma comissária de bordo.

E, finalmente, descobrimos que Macarena e Zulema ainda estão juntas. Agora, elas são duas ladras que continuam vivendo do crime, porque não conhecem outra maneira de ganhar a vida. A notícia boa disso é que elas irão protagonizar Vis a Vis: El Oasis, spin off focado nas duas protagonistas de Vis a Vis, que deve estrear em 2020 na Fox.

No mais, temos que agradecer Vis a Vis por estes vários sentimentos. Tristes por ter acabado, mas felizes por ter cumprido muito bem seu papel.

Fonte: El Mundo

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também