Artigos

Um Ninho para Dois é baseado em fatos reais? Sua história é real? Entenda!

Como Melissa McCarthy como protagonista, Um Ninho para Dois chegou na Netflix e vem emocionando muita gente. Mas será que ele é baseado em uma história real?

No filme, o bebê de Lilly (Melissa McCarthy) e Jack (Chris O’Dowd) morre, levando-o a uma internação em uma clínica de reabilitção devido ao sentimento intenso de tristeza.

A esposa fica em casa sozinha e decide construir um jardim para ajudar o marido quando ele voltar à casa. Ela então passa a ser atormentada por um pássaro agressivo e decide procurar um veterinário para saber como se livrar do animal.

O profissional que ela encontra costumava ser um psiquiatra, mas largou tudo para ajudar os animais, e acaba dando conselhos inesperados.

  • É uma história real?

Não, Um Ninho para Dois não é baseado em uma história verdadeira. Matt Harris inicialmente escreveu o roteiro e posteriormente o modificou depois de conversar com o diretor Theodore Melfi, que trocou os papéis de gênero dos personagens centrais do filme. P

Portanto, o filme inicialmente teve o personagem de Lilly em uma instituição psiquiátrica, enquanto o personagem de Jack ficou em casa.

Os personagens mudaram de gênero porque Melfi se identificou mais com a forte personagem feminina e afirmou que parecia mais verdadeiro para ele.

Além disso, ele disse que já havia muito cinema mostrando homens enfrentando crises emocionais, e ele queria que a personagem feminina principal fosse a personagem forte na dinâmica de seu filme. Ele também queria que a narrativa fosse contada principalmente do ponto de vista de uma mulher.

Há muitos temas embutidos no filme, pois ele explora a interseção de relacionamentos e tragédias. Há um forte tom de esperança, caracterizado pela luta do casal central para salvar seu relacionamento, apesar das coisas parecerem desesperadoras.

Esse sentimento de esperança é um dos principais aspectos que Melfi queria transmitir ao público por meio de seu filme. O fato de o pássaro – indiscutivelmente um dos personagens principais do filme – também perseverar e sobreviver apesar de quase ser morto por Lilly, reforça ainda mais o sentimento de esperança.

Na verdade, o pássaro fornece muitos dos temas para o filme. O ciclo inflexível da natureza que o estorninho segue enquanto protege sua prole é paralelo ao ciclo de emoções que Lilly e Jack passam após a tragédia. Em um sentido mais amplo, também significa o ciclo constante de emoções que todos nós passamos – gostemos ou não – e que é impossível agarrar-se a um único sentimento.

O tema da natureza e seus efeitos inflexíveis sobre os humanos também é um aspecto que Harris explora profundamente no filme.

Em grande parte, é por isso que ele escolheu centrar a história em um casal de meia-idade, em vez de um jovem. Depois de perder seu filho, um jovem casal ainda teria uma chance melhor de superar a tragédia e trazer suas vidas de volta aos trilhos.

No entanto, um casal de meia-idade como Lilly e Jack, que provavelmente não pode ter outro filho (como sugerido pelo escritor), achará muito mais difícil superar a tragédia de perder seu único filho.

Portanto, as tragédias que a natureza coloca em nosso caminho – e como nós nos reconciliamos com elas – é o que Um Ninho para Dois basicamente explora.

Por meio dele, o roteirista e o diretor transmitiram uma mensagem de esperança e união ao retratar os personagens centrais (e seu inimigo aviário) começando a colocar suas vidas de volta nos trilhos após uma tragédia devastadora.

A cena final, onde Jack e Lilly enfrentam os ataques do pássaro para ir e colher produtos de seu jardim, talvez mais poeticamente transmita o tema do filme de aprender a coexistir com nossos problemas e tragédias.


Também vai gostar!

Se você está procurando um filme interessante para ver hoje, confere o vídeo abaixo que tem ótimas dicas para você ir correndo assistir na Netflix. Ah, e não esquece de se inscrever. Temos vídeos novos TODO dia!

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também