Notícias

Tom Holland critica o número de homens brancos e héteros nos filmes da Marvel

Durante entrevista ao The Sunday Times, o ator Tom Holland revelou que concorda com o fato de que o MCU precisa de mais personagens LGBT, o mais rápido possível.

Ao interpretar o último e mais popular Homem-Aranha e apesar de parecer que Peter Parker e MJ (Zendaya) vão dar um passo a mais na relação e ficarem juntos em Homem-Aranha: Longe de Casa, o ator deixou claro que está aberto a possibilidades para que o personagem seja gay.

Ao ser questionado se concordaria com seu personagem saindo do armário, ele disse:

“Claro, com certeza. Eu não posso falar sobre o futuro do personagem porque honestamente, eu não sei e está não está nas minhas mãos. Mas eu sei bastante sobre o futuro da Marvel, e eles vão começar a representar várias pessoas diferentes nos próximos anos. O mundo não é tão simples como um homem hétero e branco. Não para por aí, e estes filmes precisam representar mais do que um tipo de pessoa.”

Para reforçar essa ideia, Kevin Feige, produtor e criador do MCU, já havia comentado sobre a necessidade dos filmes representarem a comunidade LGBT, e disse:

“Não estamos tímidos em dizer que está vindo, e que teremos heróis LGBT proeminentes no futuro.”

E desde então, um rumor que está rolando pelas redes sociais é que algum herói será introduzido em Os Eternos.

Homem Aranha: Longe de Casa estreia dia 4 de julho nos cinemas.

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também