Notícias

Oscar 2021 irá aceitar filmes de plataformas de streaming e gera polêmica

Devido a pandemia do novo coronarívus, cinemas do mundo inteiro estão fechados, portanto, não há a possibilidade de exibição de filmes para que possam concorrer ao Oscar.

Por conta disso, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu fazer algumas mudanças nas regras do Oscar 2021. O conselho decidiu que filmes exibidos apenas em plataformas de streaming poderão concorrer ao Oscar 2021. Porém, a regra é temporária.

Futuramente, quando tudo já estiver normalizado e o comércio reabrir, a regra voltará a ser como antes, que para concorrer ao prêmio, um filme precisa ser exibido por pelo menos 7 dias em Los Angeles (EUA).

Além dessa mudança, a Academia também unificou uma categoria para o Oscar 2021. Existiam prêmios para Mixagem de Som e Edição de Som, e agora, será um prêmio apenas para Melhor Som.

Por conta dessa mudança nas regras, está gerando uma grande polêmica em Hollywood por causa das plataformas de streaming. Nem todo mundo aprova o formato que se popularizou com a Netflix, que lança títulos diretamente na internet. A polêmica é tão grande que já aconteceu até de festivais, como o de Cannes, que chegaram a banir filmes da Netflix, por exemplo.

Com toda essa movimentação, a Academia deixou claro que a nova regra será retirada a partir do momento que os cinemas conseguirem reabrir.

“Em uma data a ser determinada pela Academia, e quando os cinemas reabrirem de acordo com as regras e critérios federais, estaduais e locais, essa exceção à regra não será mais válida. Todos os filmes lançados depois deverão estar de acordo com as exigências padrão de qualificação cinematográfica”, afirma o comunicado.

Em outro trecho, a organização do Oscar ainda afirma que “acredita que não há maneira mais mágica de apreciar um filme do que no cinema. Nosso compromisso com isso é imutável e inabalável”.

O Oscar 2021 deve acontecer em fevereiro do próximo ano.

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também