Notícias

Governo britânico exige que Netflix faça mudanças em The Crown; entenda

De acordo com o Deadline, o governo do Reino Unido está apelando à Netflix para isenção de responsabilidade na série The Crown, para deixar bem claro aos assinantes que o drama real da série é em parte, uma obra de ficção.

No momento, os usuários são alertados apenas de que a série contém referências a nudez, sexo, violência e suicídio, e é indicado apenas para espectadores com 14 anos ou mais.

O secretário de cultura, Oliver Dowden, pressionou o serviço de streaming para abordar as invenções históricas de sua série principal, escrita por Peter Morgan e produzida pela Left Bank Pictures.

Em declarações ao The Mail on Sunday, Dowden disse:

“É uma obra de ficção lindamente produzida, portanto, como acontece com outras produções de TV, a Netflix deve ser muito clara no início que é apenas isso.”

O ministro, que planeja escrever para a Netflix nesta semana expondo suas preocupações, acrescentou:

“Sem isso, temo que uma geração de telespectadores que não viveu esses eventos possa confundir ficção com fato.”

A intervenção de Dowden ocorre em meio à crescente inquietação com a história alternativa de The Crown, com Morgan muitas vezes embelezando eventos da vida real para um efeito bem mais dramático.

Apenas esta semana, a 4ª temporada foi convocada pela emissora australiana ABC por colocar palavras na boca do ex-primeiro-ministro Bob Hawke ao lado de uma série de outras imprecisões históricas.

Em outro momento, o irmão da princesa Diana, Charles Spencer, esteve entre os que expressaram preocupação sobre a série depois que Emma Corrin interpretou sua falecida irmã.

“Os americanos me dizem que assistiram a The Crown como se tivessem feito uma aula de história. Bem, eles não fizeram. É muito difícil, tem muita conjectura e muita invenção, não é? Você pode pensar em fatos, mas as partes intermediárias não são fatos.”

Até o momento, a Netflix ainda não se pronunciou a respeito do ocorrido.

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também