Notícias

Damares Alves quer proibir filme da Netflix por sexualizar crianças

Netflix já é conhecida por trazer filmes um tanto quanto polêmicos para a plataforma e vez ou outra, a internet cai em cima. Dessa vez, é o filme Cuties (Lindinhas), que conta a história de Amy, uma garota de 11 anos, que começa a se rebelar contra as tradições conservadoras da família e encontra seu lugar em um grupo de dança da escola.

Apesar da sinopse parecer inofensiva, o filme possui cenas que mostram garotas de 11 anos dançando com roupas curta e sensualizando para o público.

Por isso, muitos usuários estão protestando para que o filme saia da plataforma. Assim como Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, afirmou que está estudando medidas contra o filme.

Ao ser questionada se conhecia o filme, ela responde: “Não vamos ficar de braços cruzados. Deixa comigo”.

A ministra também anunciou que já acionou os assessores jurídicos do governo para impedir a exibição da obra na Netflix Brasil.

Apesar de muitos acharem que a Netflix concorda e incentiva esse tipo de filme, em vídeo promocional, a diretora Maïmouna Doucouré explica que o filme é justamente uma crítica à sexualização de crianças em nome de uma suposta liberdade sexual:

“Eu conversei com centenas de pré-adolescentes para entender como elas se relacionavam com sua feminilidade hoje em dia. Essas garotas veem que, quanto mais a mulher é sexualizada nas redes sociais, mais bem-sucedida ela é. E sim, isso é perigoso.”

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Deixe seu comentário

Leia também