Notícias

Amber Heard, ex-esposa de Johnny Depp, pode ser presa por falsificação de provas; entenda

Já está rolando há um bom tempo pelas mídias sociais o caso de Amber Heard e Johnny Depp, que eram casados durante 18 anos e que atualmente, estão passando por um turbilhão de problemas.

Publicidade

A atriz havia acusa Depp de tê-la agredido fisicamente durante o casamento, e em contrapartida, o ator negou. Agora, segundo o Comic Book Resources, Amber Heard, conhecida pelo seu papel como Mera em Aquaman, pode acabar sendo presa pela justiça dos Estados Unidos por falsificar evidências de que Johnny Depp a teria agredido durante o casamento entre os dois.

Em 2016 o divórcio aconteceu e junto a ele, Amber entrou com a ordem de restrição, alegando que Johnny estava a agredindo verbal e fisicamente. Dois anos depois, em 2018, a atriz escreveu ao jormal Washington Post sobre as agressões do ex-marido, o que levou Depp a entrar com um processo contra a ex-esposa, alegando crime de difamação.

Publicidade

Outro fator muito importante é que a atriz pode ter forjado os ferimentos que justificaram a ordem, e, caso seja verdade, ela mesma poderá estar se colocando atrás das grades, com uma pena de 3 anos por falsificação de provas.

Na restrição posta por Amber, ela afirmou que teria ficado com dois olhos roxos pelas agressões, mas sua estilista disse que, durante todo o ano de 2015, “Amber Heard nunca teve nenhuma mancha, corte ou machucado no rosto ou em qualquer parte de seu corpo”. Corroborando com o processo de Johnny Depp.

Por enquanto, o processo ainda está em andamento, portanto, notícias ainda podem surgir.

Publicidade

▶ Pessoal, agora temos um canal no YouTube e ele está maravilhoso! Duvida? Então clica aqui e se inscreve, vai ajudar muito!

Deixe seu comentário

Leia também