A Louva-a-Deus netflix série
Dicas

A Louva-a-Deus, série perfeita para uma maratona sua

A Louva-a-Deus é uma série curtinha (6 episódios), perfeita para devorar durante um dia mais preguiçoso (geralmente um domingo qualquer). Além disso, é uma obra originalmente francesa, boa para fugir das séries americanas e dos tramas previsíveis que elas trazem.

A trama gira em torno de Jeanne Deber (Carole Bouquet) uma serial killer presa há 25 anos por uma série de assassinatos bastante violentos e peculiares. Quando surge um imitador que começa a repetir a mesma técnica de assassinatos, o comandante da polícia de Paris, que prendeu Jeanne 25 anos atrás, precisa confiar na assassina para capturar o imitador. A exigência de Jeanne é trabalhar com seu filho, agora policial.

O desenrolar da trama é complexo e diferente. Não traz a irrealidade dos programas de investigação americanos, pelo contrário, a equipe de investigação sofre, um exemplo é quando precisam identificar o rosto de uma vítima, não há nada de softwares de identificação em segundos, a equipe os busca na lista de contatos do Facebook, um a um pela equipe.

Outra coisa diferente das séries com as quais nos acostumamos é que não há nada que tente suavizar Jeanne para que o espectador a veja como boazinha. Mesmo matando pessoas a quem ela acreditava que merecia morrer, ela teve prazer em matá-los, e quando ouve os atos do imitador, sente o mesmo.

Atenção para as pessoas mais sensíveis, a série contém cenas fortes, extrema violência como decapitações, tortura, desmembramentos. Também não há volteios na hora de abordar temas fortes como incesto, violência e abuso infantil.

Concluindo, a série foge de tudo que estamos acostumados a ver, fazendo com que queiramos assistir para saber no que vai dar, pois não tem nada de previsível.

Já conhece nosso canal do YouTube? Lá tem vídeo toda semana. Se inscreve!
Fotógrafa, apaixonada por séries, filmes, videogames e livros. 
Deixe seu comentário

Leia também